JUP – Artistas reúnem-se em regime de meia-pensão [valter hugo mãe]

Artistas reúnem-se em regime de meia-pensão

(…)

valter hugo mãe

valter hugo mãe destacava-se na sala. Com a maçã do seu computador a brilhar no ar, o ar intelectual e um papel a apontar “fala comigo”, sorria e falava com quem se aproximasse com interesse. É assim que o descrevem aqueles que visitaram o Maus Hábitos durante o primeiro dia de residência artística.

O convite surgiu através do contacto dos organizadores, e a resposta não poderia ser outra. valter escolheu o espaço que já conhecia e onde se sente bem: “se tinha que experimentar escrever fora de casa achei que devia estar num espaço confortável”. No entanto, assume que não é o sítio ideal para “escrever o que eventualmente escrevia em casa”. Resolveu, portanto, registar “pequenas conversas com clientes, as pessoas que quiseram, vieram falar” com ele, recriando as narrativas, escrevendo-as “com pensamentos pelo meio”, portanto, acrescentando um ponto a cada conto que lhe contavam os seus recém-conhecidos. “O meu projecto, a minha experiência foi especificamente relacionada com os clientes dos Maus Hábitos”. Depois, foi deixar-se levar pelo ambiente e recriar, em textos breves, memórias que farão muitos lembrar-se e ver com outros olhos a conversa que tiveram, um dia, com aquele homem de ar intelectual que dizia: “fala comigo”. Aline Flor

Publicado aqui

JPN – Festival Júnior de Espinho quer levar as crianças ao “planeta da música”

Festival Júnior de Espinho quer levar as crianças ao “planeta da música”

Por Aline Flor – lcc08061@letras.up.pt
Publicado: 04.06.2009 | 21:29 (GMT)
Marcadores: Cultura , Espinho , Festivais , Música

Festival Júnior de Espinho arranca esta sexta-feira, com concertos e actividades musicais para crianças na Academia de Música e no Centro Multimeios de Espinho.

Concertos para as crianças, experiências musicais e momentos de diversão para miúdos e graúdos. Este ano, o Festival Júnior de Espinho é, nas palavras de João Santos, um dos programadores do evento, uma “nave” que promete levar o público ao “planeta da música, através do espaço fantástico dos sons”.

Texto integral

JUP – Pedro Abrunhosa foi o rei da noite e Rita a princesa

Pedro Abrunhosa foi o rei da noite e Rita a princesa

À primeira vista, a quinta noite no Queimódromo não parecia muito promissora: inicialmente o recinto estava vazio, com muitas barraquinhas fechadas e com poucas pessoas à entrada. Mas, de um momento para o outro, tudo começou a ganhar vida. A área em frente ao palco encheu, quase de repente, compondo-se finalmente para receber o primeiro concerto da noite a cargo de Rita Red Shoes.

Texto integral

JPN – Cinema Imersivo mergulha a cidade de Espinho numa nova forma de cinema

Cinema Imersivo mergulha a cidade de Espinho numa nova forma de cinema

Por Aline Flor – lcc08061@letras.up.pt
Publicado: 23.02.2009 | 18:21 (GMT)
Marcadores: Cinema , Cultura , Espinho

Espinho recebe, em Abril, a primeira edição do Festival de Cinema Imersivo. É uma nova forma de ver filmes, em que o espectador, envolvido pela imagem e pelo som, é convidado a participar na acção.

Ir ao cinema e mergulhar na acção, sendo completamente envolvido por imagem e som – é a experiência oferecida pelo cinema imersivo, uma nova onda da tecnologia cinematográfica mundial que começa a contagiar o nosso país.

Espinho foi a cidade escolhida para acolher o Festival Europeu de Cinema Imersivo (Immersive Film Festival – IFF’09), que acontece de 24 a 26 de Abril de 2009, no Centro Multimeios da cidade. Anunciado em Junho de 2008 na Conferência da Sociedade Internacional de Planetários, o festival é organizado pela Fundação Navegar, entidade que gere o Centro Multimeios de Espinho.

Texto integral

JPN – Cinco prémios para distinguir os maiores responsáveis pela precariedade laboral

Cinco prémios para distinguir os maiores responsáveis pela precariedade laboral

Por Aline Flor – jpn@icicom.up.pt
Publicado: 05.12.2008 | 17:23 (GMT)
Marcadores: Cidadania , Emprego

Movimento de trabalhadores precários organiza votação para escolher as personalidades que, segundo dizem, mais contribuem para o trabalho precário em Portugal.

“Vamos distinguir os melhores entre quem coloca as vidas de cada vez mais pessoas no arame”. É o que promete a primeira edição dos Prémios Precariedade, iniciativa da plataforma Precários Inflexíveis, cuja entrega terá lugar no dia 13 de Dezembro, às 22h, no Ateneu Comercial, em Lisboa. As votações acontecem na Internet até dia 11.

Texto integral